01/09/2010

A obrigação da crônica

       Hoje meu dia foi bem movimentado, acordei em mais uma manhã bem cedinho, como faço sempre, me vesti, me escovei, tomei café e fui, mais uma vez, para aquela parada de ônibus, esperá-lo passar.

     Enquanto esperava, pensava no que  tinha que fazer.

     Assim fiquei por alguns segundos...

     Bah! veio à mente um trabalho  que  a prof. mandou fazer! Para falar a verdade eu não queria fazê-lo, mas não havia mais jeito, o trabalho estava proposto há mais de 2 semanas... era o meu fim... como  fazer?! Já está em cima do laço, e a prof., com toda a certeza, não vai aceitar atrasado... e pior, não tenho tema, inspiração... é o meu fim mesmo! E além de tudo vale nota!

     Pensando bem, não era lá um belo fim! E o pior, o peso da nota,  não sei! O que fazer, enquanto a inspiração não chega?

     A obrigação da crônica  me afetou profundamente... pois sempre tive assunto, sempre escrevia coisas boas, mas boas mesmo, tipo... ”O fim do mosquito marrom”... “Que passou por dentro de uma nuvem de “flite” e morreu “asfixiado”... era um mosquito  alérgico...

     Ou, como por exemplo, outra melhor ainda.. a do “tomatinho vermelho"... que pela escada rolou... um grande caminhão veio... tomatinho esmagou... coitado do tomatinho... catchup virou...

     Mas isso não dá nem meia crônica... isso nem é uma crônica... pode até ser...

     Minha imaginação me abandonou... Tudo porque fui obrigada a fazer uma crônica...

     Ou melhor..."A obrigação da crônica"!
Às vezes nem tudo que gostamos de fazer, fazemos.
Mas existe aquela palavra “superação” e renova nossas forças e ideais...
Por isso, crescemos e aprendemos a cada dia!

Autora: Érica Rebés - Turma 11B

5 comentários:

Anônimo disse...

aaah ameei erika *--*
achei bem legal , mostra que as vezes não temos idéias para fazer um texto , uma crônica ...

poor : nathália guimaraes .

11B

Anônimo disse...

aaaaaaaaai que legal Eka ,
*-* ameii , isso é supeeeeeeeeeer verdade as vezes a gente pensa pensa , e ñ saii nada , mas tem dias q a gente pensa e ñ para nunca d escrever
ARiadne.T 11B

Anônimo disse...

legau teu texto érika...
amei muito e sei como é ser obrigado a fazer algo muitas bejocassssssssssss

Suely Aymone disse...

mtoo legauuu!!!gosteimuito

Suely Aymone disse...

Muito bom Erica rebés
gostei muito!
lisi@ne

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails